Consagração do Mundo ao Coração Imaculado de Maria – composta pelo S. Padre Pio XII

Postado dia 22/06/2017

 

sacro_cuore_di_maria_3

Rainha do SS. Rosário[1], auxílio dos cristãos, refúgio do gênero  humano, triunfadora de todas as batalhas de Deus, nós nos prostramos suplicantes diante do vosso trono, certos de alcançar misericórdia e de receber graças e auxílio oportuno nas calamidades presentes, não pelos nossos merecimentos, dos quais não presumimos, mas unicamente pela bondade imensa do vosso Coração Materno.

A vós, ao vosso Coração Imaculado, nesta hora grave da história humana, nos confiamos e consagramos, não somente com toda a Santa Igreja, Corpo místico do vosso Jesus que em tantas partes sofre e de tantos modos é atribulada e perseguida, mas também com o mundo inteiro dilacerado pelas discórdias, agitado pelo ódio, vítima da própria iniqüidade.

Despertem a vossa compaixão tantas ruínas materiais e morais, tantas dores, tantas angústias, tantas almas torturadas, tantas em perigo de perder-se eternamente.

Alcançai-nos, ó Mãe de misericórdia, a reconciliação cristã dos povos, e antes de tudo, obtendo-nos aquelas graças que podem num momento converter os corações humanos, as graças que preparam e asseguram esta suspirada pacificação.

Rainha da paz, rogai por nós e dai ao mundo a paz na verdade, na Justiça, na caridade de Cristo. Dai-lhe sobretudo a paz das almas, afim de que na tranquilidade da ordem se dilate o reino de Deus.

Concedei a vossa proteção aos infiéis e a todos os que jazem nas sombras da morte; fazei que raie para eles o Sol da verdade e possam juntamente conosco, repetir, diante do único Salvador do mundo: Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens de boa vontade!

Aos povos separados pelo erro ou pela discórdia, e particularmente àqueles que vos professam singular devoção, dai-lhes a paz e reconduzi-os ao único redil de Cristo, sob o único e verdadeiro pastor.

Alcançai liberdade completa para a S. Igreja de Deus; defendei-a dos seus inimigos; sustai o dilúvio transbordante da imoralidade; despertai nos fiéis o amor da pureza, a prática da vida cristã e o zelo apostólico, afim de que o povo dos que servem a Deus aumente em mérito e em número.

Finalmente, assim como ao Coração de vosso Jesus foram consagrados a Igreja e todo o gênero humano, para que, colocando nele toda a esperança, lhes fosse fonte inexaurível de vitória e salvação; assim também ao vosso Coração Imaculado nós nos consagramos para sempre, ó Mãe nossa e Rainha do mundo;  para que o vosso amor e patrocínio  apressem o triunfo do reino de Deus, e todos os povos; pacificados com Deus e entre si, vos proclamem bem aventurada, e entoem Convosco, de uma a outra extremidade da terra o eterno Magnificat de glória , amor e reconhecimento ao Coração de Jesus, no qual somente se podem encontrar a verdade, a vida e a paz.  (Indulgência de 3 anos, plenária ao fim de um mês nas cond. do costume)

[1] MANUAL DO CORAÇÃO DE JESUS Para Associados do Apostolado da Oração, 27 edição brasileira, 1954, Mensageiro do Coração de Jesus, Rio de Janeiro, p. 413/414