Ato de Desagravo a Nossa Senhora

    Para o 1º sábado do mês.   Virgem bendita, Mãe de Deus, do céu, onde estais como Rainha, volvei benigna no vosso olhar sobre este pobre pecador, vosso servo. Bem que conheça a sua indignidade, ele, para reparar as ofensas que vos fazem as línguas ímpias e blasfemas, do íntimo de seu coração, vos bendiz e exalta como a mais pura, a mais bela, a mais santa de todas as criaturas. Bendiz o vosso santo Nome, bendiz as vossas sublimes prerrogativas de verdadeira Mãe de ...

Leia Mais

Aparições do Anjo em 1916

  download   “Passado algum tempo, voltamos com os nossos rebanhos para esse mesmo sítio e repetiu-se o mesmo, da mesma forma. As minhas companheiras contaram, de novo, o acontecido. E o mesmo, passado outro espaço de tempo. Era a terceira vez que minha mãe ouvia falar, por fora, destes acontecimentos, sem eu ter dito palavra em casa. Chama-me, então, já pouco contente, e pergunta-me:

  • Vamos a ver: o que é que vocês dizem que vêem para aí?!
  • Não sei, minha mãe. Não sei o
...

Leia Mais

Manifestações em 1915

"Assim, pois, completei os meus 7 anos. Minha mãe determinou que começasse a guardar as nossas ovelhas. Meu pai não era dessa opinião, nem minhas irmãs. Queriam, para mim, pelo afecto particular que me tinham, uma excepção. Mas minha mãe não cedeu.

  • A total discrição de Lúcia revela ainda mais claramente a sua sinceridade.
    • É como todas – dizia ela –. A Carolina tem já 12 anos. Pode,por isso, começar a trabalhar no campo ou aprender a tecedeira ou costureira, se o quiser.
Foi-me, pois, confiada a guarda do nosso rebanho ...

Leia Mais

13 de Outubro de 1917

Dia 13 de Outubro de 1917 – Saímos de casa bastante cedo, contando com as demoras do caminho. O povo era em massa. A chuva, torrencial. Minha Mãe, temendo que fosse aquele o último dia da minha vida, com o coração retalhado pela incerteza do que iria acontecer, quis acompanhar-me. Pelo caminho, as cenas do mês passado, mais numerosas e comovedoras. Nem a lamaceira dos caminhos impedia essa gente de se ajoelhar na atitude mais humilde e suplicante. Chegados à Cova de Iria, junto da carrasqueira, levada por um movimento ...

Leia Mais

13 de Setembro de 1917

"Memórias da Irmã Lúcia" - As Aparições em Fátima 13 de Setembro de 1917   Dia 13 de Setembro de 1917 – Ao aproximar-se a hora, lá fui, com a Jacinta e o Francisco, entre numerosas pessoas que a custo nos deixavam andar. As estradas estavam apinhadas de gente. Todos nos queriam ver e falar. Ali não havia respeito humano. Numerosas pessoas, e até senhoras e cavalheiros, conseguindo romper por entre a multidão que à nossa volta se apinhava, vinham prostrar-se, de joelhos, diante de nós, pedindo que apresentássemos a Nossa Senhora ...

Leia Mais

13 de Agosto de 1917

Treze de Agosto Dia 13 de Agosto de 1917 – Como já está dito o que neste dia se passou, não me detenho nisso e passo à aparição, a meu ver no dia 15, ao cair da tarde (19). Como ainda então não sabia contar os dias do mês, pode ser que seja eu a que esteja enganada; mas conservo a ideia que foi no mesmo dia em que chegamos de Vila Nova de Ourém. Andando com as ovelhas, na companhia de Francisco e seu irmão João, num lugar chamado Valinhos, e ...

Leia Mais

13 de Julho de 1917

Treze de Julho Dia 13 de Julho de 1917 – Momentos depois de termos chegado à Cova de Iria, junto da carrasqueira, entre numerosa multidão de povo, estando a rezar o terço, vimos o reflexo da costumada luz e, em seguida, Nossa Senhora sobre a carrasqueira. – Vossemecê que me quer? – perguntei. – Quero que venham aqui no dia 13 do mês que vem, que continuem a rezar o terço todos os dias, em honra de Nossa Senhora do Rosário, para obter a paz do mundo e o fim da guerra, porque ...

Leia Mais

13 de Junho de 1917

  Dia 13 de Junho (de) 1917 – Depois de rezar o terço com a Jacinta e o Francisco e mais pessoas que estavam presentes, vimos de novo o reflexo da luz que se aproximava (a que chamávamos relâmpago) e, em seguida, Nossa Senhora sobre a carrasqueira, em tudo igual a Maio. – Vossemecê que me quer? – perguntei. – Quero que venhais aqui no dia 13 do mês que vem, que rezeis o terço todos os dias e que aprendam a ler. Depois direi o que quero. Pedi a cura dum doente. – Se ...

Leia Mais

13 de Maio de 1917

Treze de Maio Dia 13 de Maio (de) 1917 – Andando a brincar com a Jacinta e o Francisco, no cimo da encosta da Cova da Iria, a fazer uma paredita em volta duma moita, vimos, de repente, como que um relâmpago. – É melhor irmos embora para casa, – disse a meus primos – que estão a fazer relâmpagos; pode vir trovoada. – Pois sim. E começamos a descer a encosta, tocando as ovelhas em direcção à estrada. Ao chegar, mais ou menos a meio da encosta, quase junto duma azinheira grande que ...

Leia Mais

História das Aparições

PRC_Sag-Imagem-Consolacao-6-199x300                                      A 13 de Maio de 1917, três crianças apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Fátima, concelho de Vila Nova de Ourém, hoje diocese de Leiria-Fátima. Chamavam-se Lúcia de Jesus, de 10 anos, e Francisco e Jacinta Marto, seus primos, de 9 e 7 anos. Por volta do meio dia, depois de rezarem o terço, como habitualmente faziam, entretinham-se a construir uma ...

Leia Mais