Ato de consagração do gênero humano a Jesus Cristo Rei

Concede-se indulgência plenária ao fiel que, na solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, recitar publicamente o ato de consagração do gênero humano ao mesmo Jesus Cristo Rei (Dulcíssimo Jesus, Redentor); em outras circunstâncias a indulgência será parcial. Dulcíssimo Jesus, Redentor do gênero humano, lançai sobre nós, que humildemente estamos prostados na vossa presença, os vossos olhares. Nós somos e queremos ser vossos; e a fim de podermos viver mais intimamente unidos a vós, cada um de nós se consagra, espontaneamente, neste dia, ao vosso sacratíssimo Coração. Muitos há que ...

Leia Mais

Ato de Consagração das Familias

Concede-se indulgência plenária aos membros das famílias que recitarem piedosamente a oração – legitimamente aprovada – diante da imagem do Sacratíssimo Coração de Jesus ou da Sagrada família, no dia em que pela primeira vez, realizando-se o rito, se possível com a presença de um sacerdote ou de um diácono, ela se consagrar ao Sacratíssimo Coração de Jesus ou à Sagrada Família de Jesus, Maria e José. No dia do aniversário, a indulgência será parcial.

Indulgência Plenária na Festa do Sagrado Coração de Jesus

Saiba como receber indulgência plenária nesta solenidade do Sagrado Coração de Jesus. Por ocasião da festa do Sagrado Coração de Jesus, a Igreja concede indulgência plenária ao fiel que recitar publicamente o seguinte Ato de Reparação: Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens é por eles tão ingratamente correspondida com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados na vossa presença, para vos desagravarmos, com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias com que é, de toda a parte, alvejado o vosso amaríssimo Coração. Reconhecendo, porém, com a mais ...

Leia Mais

Dogma da Comunhão dos Santos

Conforme ensina o Catecismo da Igreja Católica o dogma da comunhão dos santos é o fundamento da doutrina sobre as indulgências e significa: “ A união dos que estão na terra com os irmãos que descansam na paz de Cristo, de maneira alguma se interrompe, pelo contrário, segundo a fé perene da Igreja, vê-se fortalecida pela comunicação de bens espirituais”. (955) Neste mesmo sentido o Papa Paulo VI nos ensina que : “ Por insondável e gratuito mistério da divina disposição, acham-se os homens unidos entre si por uma relação sobrenatural. ...

Leia Mais

Indulgência parcial ou plenária

A indulgência é parcial ou plenária, conforme liberta, em parte ou no todo, da pena temporal devida pelos pecados. Qualquer fiel pode lucrar indulgências parciais ou plenárias para si mesmo ou aplicá-las aos defuntos como sufrágio. NDULGÊNCIAS, Orientações litúrgico-pastorais, Editora: Paulus, p 19 NDULGÊNCIAS, Orientações litúrgico-pastorais, Editora: Paulus, p 19

O que é Indulgência?

As indulgências são usadas desde os primórdios da Igreja para remir a pena temporal dos pecadores. Elas exigem do penitente ao cumprir as indulgências um profundo amor a Deus e o repúdio radical ao pecado. Após o Concílio Vaticano II, o Papa Paulo VI na Constituição Apostólica Indulgenciarum Doctrina, mostrou aos fiéis o sentido profundo e teológico das indulgências, incitando os católicos ao espírito de contrição e penitência ao realizar as obras indulgenciadas, removendo todo mecanicismo espiritual. De acordo com a referida constituição Apostólica pode-se definir indulgência como: "Indulgência é a remissão, ...

Leia Mais

Oração de São João Paulo II, em 31 de maio de 1980 na capela

O Papa João Paulo II, presente nesta capela a 31 de maio de 1980, reza a Maria: Escutemo-lo: Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós. Foi esta oração que inspiraste, Ó Maria, Santa Catarina Labouré, neste mesmo local, há cento e cinquenta anos. Esta invocação, doravante gravada na Medalha, é agora, usada e repetida por muitos fiéis do mundo inteiro! Tu és bendita entre todas as mulheres! Bem- aventurada és, porque acreditaste! O Poderoso fez em ti maravilhas! A maravilha de tua maternidade divina! Devido a ela, a maravilha de tua Imaculada Conceição! A maravilha do teu ...

Leia Mais

A Medalha Milagrosa

medalha2 Uma mensagem de Fé   Encontra-se na medalha um resumo do essencial do Cristianismo: O Filho de Deus feito homem para nos salvar pela sua Morte e sua Ressurreição. No mundo, obra de Deus entrou o "pecado", obra do homem. Cristo nos salva por sua cruz. A Igreja é o "Povo de Deus": A Igreja fundada sobre Pedro e os Apóstolos (12 estrelas) está a caminho do Reino, onde todos os homens, sem exceção são chamados a entrar. Maria ocupa um lugar de escol neste plano divino: Foi ...

Leia Mais

Santa Catarina Labouré

CATARINA LABOURÉ A Santa do Silêncio ¨ SANTA CATARINA LABOURÉ ¨ Filha de Caridade Serva dos Pobres A MEDALHA MILAGROSA Confiada à Irmã Catarina Labouré por ocasião das manifestações de Maria, em 1830, na Capela das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo. SOB O CÉU DA BRUGONHA Catarina Labouré vem ao mundo na aurora do mês de Maria, a 2 de maio de 1806, na pequena aldeia de Fain-les-Moutiers, situada no sudeste de Montbard, sobre o canal da Burgonha. Logo no da seguinte, o sino da Igreja carrilha com toda força, na campina florida, anunciando o batismo de Catarina. UMA ...

Leia Mais

27 de novembro

"Deus quer encarregar-vos de uma missão..." havia dito a Virgem a Catarina. Só foi a 27 de novembro que revelou. Vejamos o relato que ela fez desta manifestação. "Era o sábado, antes do primeiro domingo do Advento, às cinco e meia da tarde. Depois da leitura da meditação, em grande silêncio, pareceu-me ouvir um ruído do lado da tribuna; tendo olhado para esse lado, percebi a Santíssima Virgem. Estava de pé, vestida de branco aurora, os pés apoiados numa "bola", de que só via a metade; nas mãos, elevados à altura do ...

Leia Mais